Laboratório Citocenter

Exames

TACROLIMUS, PROGRAF, FK506

 
PROGR – PROGRAF – DOSAGEM DE TACROLIMUS
 
SINÔNIMOS: PROTOPIC, FK506
 

MATERIAL
SANGUE TOTAL
 
MEIO(S) DE COLETA
Tubo com EDTA (roxo)
 
VOLUME MÍNIMO
2 mL
 
MÉTODO
IMUNOENSAIO
 

INSTRUÇÕES DE PREPARO
Jejum: Jejum aconselhável de 4 horas.
Medicação: Anotar medicamentos e dosagem em uso.
Outros: Anotar data e horário da coleta e da última dose.
 
INSTRUÇÕES DE COLETA
Coleta do exame PROGR:
Realizar coleta utilizando material e tubo de coleta recomendado para o exame , homogeneizar e acondicionar corretamente.
Manter obrigatoriamente o horário normal da administração do medicamento, coletar a amostra até uma hora antes da hora habitual de tomar a medicação ou de acordo com a solicitação do médico.
Caso o medicamento seja usado apenas uma vez ao dia, a coleta deve ser feita, pelo menos, 12 horas após a tomada.
Em caso de suspeita de intoxicação, pode ser colhida a qualquer momento.
 

INSTRUÇÕES DE REJEIÇÃO
Amostras recebidas diferente das condições solicitadas em guia.
 
INTERPRETAÇÃO
Tacrolimus é uma droga imunossupressora que demonstrou ser eficaz para o tratamento de rejeição de órgão após um transplante. O Tacrolimus liga-se a uma família de proteínas denominada FK506 (tacrolimus) proteínas de ligação (FKBPs). A formação de um complexo pentamérico maior, composto de FKBP, tacrolimus, calmodulina e calcineurinas A e B resulta na inibição da atividade de fosfatase da calcineurina. A ação de fatores de transcrição que requerem a desfosforilização para o transporte ao núcleo de célula é assim inibida, conduzindo ao bloqueio da proliferação e função da célula-T. Tacrolimus pode ser administrado IV ou oralmente. A absorção a partir do trato gastrointestinal é variável e irregular. Estudos de farmacocinética também indicaram que o sangue total, em vez de plasma, pode ser o meio mais apropriado para descrever as características farmacocinéticas do tacrolimus. Tacrolimus é ligado a proteínas, principalmente albumina e a-1-ácido glicoproteína, e é altamente ligado aos eritrócitos. A distribuição de tacrolimus entre sangue total e plasma depende de vários fatores como hematócrito, temperatura de separação de plasma, concentração do fármaco, e concentração da proteína de plasma. Em um estudo norte-americano, a proporção da concentração de sangue total em relação à concentração de plasma variou de 12 a 67 (média 35). O tacrolimus é metabolizado extensivamente no fígado e microssomas do intestino delgado utilizando enzimas do citocromo P-450. Foram identificados nove diferentes metabólitos de tacrolimus; vários dos metabólitos foram encontrados e testados em sangue total. O uso de tacrolimus é associado a sérios efeitos colaterais tóxicos, principalmente nefrotoxicidade. No momento atual não está claro se a nefrotoxicidade do tacrolimus é resultado do fármaco original, metabólitos, ou uma combinação de ambos. Outros efeitos colaterais adversos incluem neurotoxicidade, hipertensão, insônia, e náusea. 
 

Sinonímia

FK506 ; PROGRAF ; TACROLIMUS ; TACROLIMUS, PROGRAF, FK506

Informações Adicionais

Prazo de Entrega

4 Dias

Matarial

Sangue EDTA Quantidade: 1 ml