SAC62 3524-7000
62 98557-6105

Notícias

Transtorno Obsessivo Compulsivo: como reconhecer os sinais?

Publicado em : 07/04/2018

Em que momento a fixação com organização, segurança e limpeza, por exemplo, pode virar um transtorno? O TOC (Transtorno Obsessivo Compulsivo) é mais frequente do que se imagina. O que acontece é que muitas pessoas escondem por causa da vergonha ou medo de serem consideradas ‘esquisitas’.
 
O diagnóstico não é difícil. Com observação e muita conversa fica fácil entender os sintomas. 
Hoje, em cada 150 crianças no mundo, uma tem TOC. A pediatra Ana Escobar explicou porque é importante perceber os sinais desse transtorno logo no início, ainda na infância. Pesquisas mostram que quanto mais cedo se inicia o tratamento, melhor é a evolução.
 
Um exame clínico é feito para descobrir se a pessoa tem TOC. É feita uma análise dos comportamentos – o quanto é repetitivo: vezes, horas e dias. Não existe relação entre trauma e TOC. Geralmente há picos de incidência na infância e pré-adolescência, que vai até os 25 anos, em média, mas também há diagnóstico com início tardio, entre 40 e 50 anos.
 
Situações mais comuns em crianças:
  • Gostam de comer tudo separado, onde a comida não pode se misturar (normal até os seis anos, depois pode indicar TOC);
  • Dormir sempre do mesmo jeito, na mesma posição;
  • Organização dos brinquedos sempre a mesma, com uma certa ordem;
  • Ler e reler várias vezes, ou escrever, apagar e reescrever várias vezes;
  • Arrumar o material escolar de forma simétrica;
  • Não querer usar o banheiro da escola.
 
Situações mais comuns em adultos:
  • Limpeza excessiva e repetitiva;
  • Organização excessiva;
  • Pensamentos que causam incômodo.

Fonte: g1.com

Notícias

Dia Mundial Sem Tabaco: quais são os países com mais e menos fumantes?

31/05/2018

França teve queda em número dos que fumam todo dia e Brasil é exemplo de país que conseguiu redução drástica; mas há países em que mais de dois terços da população fumam; veja quais são estes e os que menos fumam.

Como se produz a menstruação e por que algumas mulheres sentem mais dor que outras

28/05/2018

Milhões de mulheres no mundo ainda sofrem com o estigma social de um processo biológico tão natural como respirar.

O ciclo menstrual é um fenômeno tão natural quanto respirar ou digerir, e acontece uma vez por mês com mais da metade da população mundial.

Cores e tipos de manchas na pele apontam para diferentes problemas

24/05/2018

O melasma tem o surgimento relacionado a fatores genéticos, hormonais e o sol. Entenda o que é o nevo congênito.

Intolerância a Lactose

14/05/2018

A lactose é o açúcar de quase todos os leites. Quando ingerimos, esta substância é quebrada em dois açúcares menores (galactose e glicose), os quais são absorvidos no intestino delgado, alcançam a corrente sanguínea e, então, são utilizadas como fonte de energia pelas células. A lactase é a enzima que faz esta quebra. A lactose não é digerida quando há deficiência parcial ou total da lactase, alcançando o intestino grosso (cólon). Desse modo, as bactérias do cólon metabolizam a lactose absorvida em gases que são responsáveis pelos sinais e sintomas da intolerância à lactose.

Dez coisas que você precisa saber sobre ADOLESCÊNCIA E MENSTRUAÇÃO

04/05/2018

Enurese (xixi na cama)

30/04/2018

A enurese é definida como perda involuntária de urina durante o sono em crianças com mais de cinco anos. Fazer xixi na cama é uma situação que acomete mais meninos do que meninas e gera muitos transtornos, tanto para a criança quanto para a família.

Dez coisas que você precisa saber sobre HIRSUTISMO

24/04/2018

'Pensei que fosse doença da Idade Média': o novo avanço da sífilis no mundo - e no Brasil

11/04/2018

Casos de doença sexualmente transmissível aumentam em vários países; ausência de sintomas faz com que ela passe despercebida no começo; não tratada, pode causar cegueira, derrames e demência.

H1N1: devemos nos vacinar contra a gripe em 2018?

10/04/2018

“Vacina da gripe dá gripe? Precisa mesmo tomar a vacina? Já tomei no ano passado: tem que tomar de novo? Este vírus H3N2 é pior que o H1N1? ” 

Problema hormonal pode provocar a queda de cabelo

04/04/2018

A testosterona, hormônio masculino, é a principal causa de calvície. Estresse, amamentação, pós-cirurgias, deficiência de nutrientes, menopausa também podem provocar a queda de cabelo.