SAC62 3524-7000
62 98557-6105

Notícias

Mortes por câncer chegarão a 9,6 milhões em 2018, indica relatório da OMS

Publicado em : 12/09/2018

O câncer irá tirar as vidas de 9,6 milhões de pessoas em 2018, representando uma em cada oito mortes entre homens e uma em cada 11 mortes entre mulheres, informou a agência de pesquisa sobre câncer da Organização Mundial da Saúde (OMS).
Em seu relatório Globocan, que detalha a prevalência e a taxa de mortalidade de vários tipos de câncer, a Agência Internacional para Pesquisa sobre Câncer (IARC) disse que estimados 18,1 milhões de novos casos de câncer surgirão neste ano.
O número é superior aos 14,1 milhões de novos casos e as 8,2 milhões de mortes previstos em 2012, quando a última pesquisa Globocan foi publicada.
O IARC disse que o fardo crescente do câncer – caracterizado como o número de novos casos, a prevalência e o número de mortes pela doença – se deve a vários fatores, como o desenvolvimento social e econômico e as populações maiores e mais velhas.
Em economias emergentes, disse, também há uma transição de formas de câncer relacionadas à pobreza e a infecções para formas de câncer ligadas a estilos de vida e dietas mais típicas de países ricos.
 
Prevenção
O câncer de pulmão – causado principalmente pelo fumo – é a principal causa de mortes por câncer em todo o mundo, disse o relatório. Assim como o câncer de mama, o câncer de pulmão também está entre as maiores causas de casos novos da doença: 2,1 milhões de casos novos de cada tipo devem ser diagnosticados somente neste ano.
Com uma estimativa de 1,8 milhão de casos novos em 2018, o câncer colorretal é o terceiro tipo mais diagnosticado, seguido pelo câncer de próstata e o câncer de estômago.
O relatório do IARC disse que os esforços de prevenção – como campanhas antifumo, exames e vacinações contra o vírus do papiloma humano – podem ter ajudado a reduzir a taxa de incidência de alguns tipos de câncer, como o câncer de pulmão em homens do norte da Europa e da América do Norte e câncer cervical na maioria das regiões, com exceção da África subsaariana.
 
Fonte: OMS
 

Notícias

O que é o blecaute alcoólico e por que é tão perigoso

08/10/2018

Uma noite de bebedeira muitas vezes deixa um 'vácuo' de memórias. Por que isso acontece?

Manchas e rugas podem indicar como andam órgãos importantes

14/09/2018

Algumas manchas podem indicar resistência à insulina. As rugas em fumantes podem indicar obstruções no pulmão.

Andar descalço na infância faz bem

13/09/2018

O pé plano – famoso pé chato – é uma característica da infância.

Qual o melhor momento para falar sobre sexo com crianças e adolescentes?

10/09/2018

Qualquer pessoa minimamente ligada no mundo de hoje poderia supor que conversar sobre sexo não causaria nenhuma espécie de constrangimento para ninguém.

Acupuntura: conheça a técnica e seus benefícios

03/08/2018

Há mais de 20 anos a acupuntura é reconhecida no Brasil.

O frio ajuda ou atrapalha a saúde?

23/07/2018

O frio pode ser um aliado nos tratamentos, mas também pode ajudar a aumentar as transmissões virais

O que é adenomiose, o problema ginecológico 'dez vezes mais doloroso que o parto'

20/07/2018

Doença pouco conhecida afeta uma de cada dez mulheres no mundo, segundo OMS; sintomas mais comuns são menstruação abundante e dolorosa e forte dor pélvica.

Casos de sarampo e poliomielite aumentaram em todo o mundo, diz relatório da OMS

17/07/2018

Imunização de crianças no mundo está abaixo da meta estabelecida. Brasil tem surto de sarampo no norte do país.

Dia Mundial Sem Tabaco: quais são os países com mais e menos fumantes?

31/05/2018

França teve queda em número dos que fumam todo dia e Brasil é exemplo de país que conseguiu redução drástica; mas há países em que mais de dois terços da população fumam; veja quais são estes e os que menos fumam.

Como se produz a menstruação e por que algumas mulheres sentem mais dor que outras

28/05/2018

Milhões de mulheres no mundo ainda sofrem com o estigma social de um processo biológico tão natural como respirar.

O ciclo menstrual é um fenômeno tão natural quanto respirar ou digerir, e acontece uma vez por mês com mais da metade da população mundial.